Microsoft compra o Yahoo?

Lendo sobre o que está acontecendo nos últimos meses com o mercado de busca comecei a pensar sobre o futuro e o que acontecerá daqui pra frente. Não só com as pessoas que trabalham diretamente com Search Marketing, mas com aquelas empresas que dependem tanto deste mercado. Qual será o impacto? Algumas empresas dependem diretamente do Google para vender, com a visibilidade mundial de mecanismos como o Live e a diferença de resultados o que acontecerá?

Microsoft tenta comprar o Yahoo

A possível compra do Yahoo pela Microsoft agitou o mercado. Muitas pessoas no mundo postaram na blogosfera, em sites especializados e em outros meios da mídia, sobre o assunto do momento. Em particular um artigo escrito o ano passado pelo colega Gustavo Bacchin me chamou muito a atenção. Ao falar sobre alguns movimentos do mercado de SEM na semana do dia 21/05/2007 o Gustavo fez o seguinte comentário:
"Há também rumores de que a Microsoft estaria de conversa para, vejam vocês, comprar o Yahoo! O preço seria em torno dos U$50 bilhões de dólares. O Yahoo nega qualquer conversa com a Microsoft. " - Gustavo Bacchin, SEM Brasil.
E realmente as coisas avançaram depois desta data, acompanhe as notícias:
"O conselho administrativo do Yahoo teria classificado a proposta da Microsoft, de US$44,6 bilhões de dólares, como”depreciativa”, e estaria considerando retomar negociações com o Google para a criação de uma aliança, como uma alternativa a proposta de aquisição da Microsoft." - Google Discovery, 03/02/2008
"O Yahoo pode ter jogado suas duas melhores cartas ao mencionar possíveis acordos com America Online ou Google, mas isso não parece ter mudado a opinião de Wall Street de que a Microsoft terminará por vencer a batalha pelo seu controle." - Terra, 10/04/2008
"Após mais de dois meses de negociação, ganharam força nesta quarta-feira (9) rumores da formação de alianças entre grandes empresas para colocar um fim nas conversas entre a Microsoft e o Yahoo!. A AOL está do lado da empresa de internet, enquanto a NewsCorp pode jogar para a gigante de software, segundo jornais internacionais." - Folha Online, 10/04/2008
Sandra Carvalho no seu blog na INFO Online, onde fala sobre tendências fez uma crítica muito inteligente sobre quais seriam as vantagens por parte da Microsoft ao adiquirir o Yahoo:
"Não poderia haver par mais perfeito. Sozinha, a Microsoft não consegue encontrar seu eixo na internet. Bem sucedida demais no desktop e amarrada à arquitetura cliente-servidor, tende a proteger seu mundo offline em vez de se jogar com tudo nas tecnologias do futuro. Com o Yahoo!, uma empresa nascida no mundo online, competente a ponto de ser batida apenas pelo Google, tem chances de se sair muito melhor nessa encruzilhada."
É fato que a Microsoft deseja de qualquer jeito entrar de vez para o mercado e comprar o Yahoo. Mas, o que aconteceria depois de comprar o Yahoo? A Microsoft manterá o Live? Haverá uma mistura entre o mecanismo de busca da Microsoft e do Yahoo?

Afinal qual será o resultado de Microsoft + Yahoo? Gostaria saber a opinião de vocês, abraço!

Comentários

Anônimo disse…
Então Erick, realmente é dificil saber, mas acredito que Microsoft e Yahoo juntos são capazes sim de bater e talvez esmagar o Google. É mais capital, mais investimento, e a microsotf sabe investir pesado quando quer né?
Acredito que seria o mesmo que aconteceu com o "Cadê?".. continuou sendo uma marca separada, mas pertencente ao Yahoo!
Muito bom artigo .. Abraços!
Jair Viegas disse…
Cara acho que compra sim!
Mas só o tempo p/ dizer.
Anônimo disse…
Lembro de ver o Internet Explorer desbancando o absoluto Netscape no mercado de navegadores e de ver o MSN desbancando o absoluto ICQ no mercado de mensageiros. A diferença desta vez é que o Google tem munição (dinheiro) , portanto a guerra será longa.
Unknown disse…
Erick,

A respeito do seu artigo sobre a proposta de compra feita pela Microsoft ao Yahoo, considero como uma tentativa de evitar a decadência da gigante de Redmond.

Com as tendências indo para Web 2.0, com um ambiente colaborativo e com sistemas online, com hospedagem remota de arquivos, provavelmente ocorrerá uma retração nas vendas de aplicativos, o que prejudicará a Microsoft. Apesar de desenvolver linguagens de programação voltadas às novas tendências Web, os serviços oferecidos pela Microsoft não acompanham essa tendência com a mesma velocidade (como o MSN/ Live e Hotmail).

Assim, para poder enfrentar o Google nos mercados de busca (Google x Live), SaaS - Software as a Service (Google Docs & Spreadsheets x Office) e outros, adquirir a base de conhecimento, know-how e infra-estrutura do Yahoo é uma saída (embora desesperadora), já que a própria Microsoft é reconhecida pela falta de criatividade quando comparada ao Google e à Apple, consideradas empresas inovadoras e criativas.

Porém, tendências devem ser acompanhadas com cautela. Afinal, todos achavam que a IBM e seus mainframes estavam destinados à morte com o surgimento da Web. Até agora, o atestado de óbito não foi emitido...

Abraços.
Unknown disse…
Olá Erick,

Caso a MS compre Yahoo! me parece haver a possibilidade real de aumento na concorrência dos serviços de busca e propaganda on-line. Do ponto de vista do consumidor é normalmente mais saudável e benéfico a competição do que um aparente monopólio.

Acredito que MS agrega uma vantagem considerável por dominar plataformas desktop, visto que essas representam portas de entrada para uma parte substancial dos acessos web. Da mesma forma que fez com navegadores e programas de mensagens, a MS junto com o Yahoo! pode fazer uso do sistema operacional como vantagem para integrar serviços que antecipem as vantagens do Yahoo! e desencoragem o uso do Google.

Abraço,
Alexandre.
Erick Formaggio disse…
Olá Pessoal,

@ Yasmini, concordo contigo, o negócio é imprevisível, mas por outro lado acredito que seja difícil "esmagar o Google".

@ Jair, também acho que compra. O que ocorre é que o fator tempo numa negociação é crucial, na minha opinião as propostas (totalmente depreciativas) da Microsoft mostram que o tempo está ao seu favor.

@ Rodrigo, exatamente. A guerra é longa, talvez até nunca acabe, mas como você disse o Google tem munição.

@ Alessandro, show de bola teu comentário. Penso também que tendências devem ser acompanhadas com cautela, eu não arrisco prever um futuro, afinal, o Yahoo não é da Microsoft ainda...

@ Alexandre, exatamente isso. É bom ter um outro "grande" nesse mercado, até para que exista uma "boa e justa divisão" do bolo, acho que com isso o mercado em si só tem a ganhar.

Pessoal, gostaria de agradecer a todos os comentários. Fica mais uma pergunta: será que não é a chance para o surgimento e ascensão de outras ferramentas? Será que uma nova onda nesse mercado está se formando? Quem vai ficar na crista?

Abraço!
Unknown disse…
Olá Erick!

Eu acredito que a Microsoft compra o Yahoo! sim. O mercado também acha, basta verificar que as ações do Yahoo! subiram muito desde a primeira proposta da empresa fundada por Bill Gates ao segundo maior mecanismo de busca do mercado.

Acho que, finalmente, teremos um forte concorrente ao Google, soberano absoluto no mercado da busca.

Quem ganha com tudo isso? Nós, internautas! Resultados cada vez mais qualificados, relevantes e personalizados estão por vir.

Parabéns pelo Blog. Abraços!
Tomás
Erick Formaggio disse…
Exatamente Tomás,

Acredito que o mercado tem muito a ganhar com isso. Achei interessante sua colocação relacionada ao mercado de ações, nesse caso o Yahoo. Nós do mercado de busca temos que estar antenados constantemente a essas variáveis, até porque tudo isso impacta em algum momento em vários resultados. Afinal, mercado é mercado e precisamos sair de trás das máquinas as vezes, para projetarmos tendências e entender, como o mercado está se comportando e como isso vai chegar ao consumidor final.

Grande abraço e obrigado pelo comentário!
Erick

Postagens mais visitadas deste blog

Ferramentas de Gerenciamento e Produtividade

A pirâmide invertida

LGPD: Conceitos e desafios importantes