Pesquisa sobre clique nos Links Patrocinados

Recentemente fiz uma enquete no blog, sobre cliques em links patrocinados. Através desta resolvi escrever um artigo, para dessa forma, dar uma conclusão sobre esse assunto. Em conversa informal com algumas pessoas, percebi que, existem diversos comportamentos e concluí previamente que usuários de nível avançado e iniciantes dão devida atenção para os links patrocinados, só que, cada um de uma forma particularmente pessoal. Essa pesquisa não tem caráter científico, somente sendo uma pesquisa de opinião de mercado. Então vamos lá!

Metodologia aplicada

A pesquisa aconteceu em 02 etapas:
  1. Foi disponibilizada para votação, através de enquete eletrônica, no blog www.erickformaggio.com;
  2. Dentre os respondentes, foram escolhidos 06, por conveniência, e solicitada uma opinião descritiva sobre o tema.
A enquete eletrônica apresentava uma única questão ("Você clica nos Links Patrocinados dos resultados de busca?"), fechada, com 02 alternativas de resposta: "sim" ou "não".

Um total de 50 pessoas votaram, dentre elas convidados e leitores anônimos do blog. Dos respondentes, 16 (32%) votaram “sim” (clicam nos links patrocinados) e 34 (68%) em “não” (não clicam nos links patrocinados).

Afinal, as pessoas clicam nos links patrocinados?

Sim, clicam. Para alguns usuários, em determinados tipos de busca, o que interessa é o que está anunciado nos links patrocinados, por acreditar que este se trata realmente de algo de intuito comercial, podendo, então, satisfazer o desejo de uma busca. Isso pode ser constatado nos depoimentos abaixo:

"Quanto aos links patrocinados, se eles estiverem dentro do que procuro, sempre olho primeiro, principalmente se for para pesquisa de preços(...)"

"Eu clico sim! Principalmente quando estou interessado em fazer uma compra pela internet"

"(...) raramente eu clico nos links patrocinados. Clico somente se eu estou procurando algo para comprar"

É possível crer que, em buscas de determinados produtos, as pessoas podem clicar mais nos links patrocinados do que na busca orgânica. No caso da busca por um livro, por exemplo: geralmente na busca orgânica pode-se encontrar informações sobre o autor e/ou conceito, enquanto o link patrocinado já apresenta o produto (embora isso não seja uma regra). Então, caso esse seja o desejo de quem navega, logicamente haverá muita chance de click e sucesso ao usar o link patrocinado.

O usuário ainda têm resistência a anúncios

Umas das pessoas fez o seguinte comentário sobre a enquete eletrônica:
"Eu acho que a pesquisa deveria ter uma terceira opção (...) eu acabei respondendo não, porque na maior parte das vezes não uso (...) mas quando o resultado de busca é fraco, e tem um link patrocinado mais adequado, daí eu uso (...)"
Um dos objetivos dessa pesquisa era comprovar que alguns usuários ainda têm um mecanismo de ação, que é intuitivo, e sempre diz "não" para anúncios de qualquer natureza, ou seja, o leitor acima usa os links patrocinados, mesmo que só em algumas pesquisas, mas usa. No entanto, mesmo na pesquisa, preferiu responder "não". Mesmo a ação contradiz o conceito, pois a primeira defesa é a negação ("não clicar"), mas a ação se resume em "o resultado é fraco, vou clicar no link".

O que usar? Link Patrocinado ou SEO?

Acredito que nem link patrocinado nem busca orgânica sejam um melhor que o outro, mas sim, que cada um sirva para que o usuário cumpra o seu objetivo. O link patrocinado tem uma vantagem: a edição do anúncio. O responsável pela campanha de links têm diversas facilidades e opções para editar uma boa campanha. Quanto mais informações úteis ao usuário, mais chance que uma meta seja cumprida.

E o resumo da ópera é o seguinte: o usuário vai clicar naquilo que for de seu interesse, seja link patrocinado, seja busca orgânica.

Conclusão

O uso dos links patrocinados e a sua socialização têm dado bons lucros para as empresas. Numa junção de SEO e Link Patrocinado, o sucesso pode ser ainda maior, pois um complementa o outro. O melhor a fazer, para atingir-se os objetivos de uma forma quase plena, são os dois, em conjunto. Peça conselhos a um consultor especializado em search marketing para que seja traçado o caminho vencedor, a melhor estratégia para sua empresa.

Por: Erick Formaggio
Colaboração: Alessandro Souza

Comentários

Anônimo disse…
Nossa erick, Muito bom MESMO!!
É isso ai, SEO e Links patrocinados caminhando juntos!!
Anônimo disse…
Olá Erick!

Gostei muito da sua iniciativa de fazer uma pesquisa sobre o quanto as pessoas realmente distinguem e usam os links patrociandos e os resutlados orgãnicos.

Eu acredito que a web no Brasil ainda esteje em um estágio muito inicial, aonde diversas buscas ainda retornam resultados irrelevantes (pela própria falta de um conteúdo mais qualificado) e isso leva muitas pessoas a observar e clicar mais nos links patrocinados. Cenário este que vai mudar como passar do tempo - aonde mais contéudo otimizado será produzido e mais opções de resultados organicos relavantes virão a tona.

E para que isso se concretize ... longa vida a comunidade SEO! :)

Um abraço ..

Pedro Superti.
Erick Formaggio disse…
Olá Pedro!

Primeiramente, prazer em te ver por aqui! Quanto ao artigo, é como eu disse, depende de uma série de fatores, acredito que tanto um como o outro tem lá as suas vantagens, mas que acima de tudo é preciso ter uma boa visão do objetivo do cliente, bem como, do seu produto.

Achei muito importante a sua colocação: "diversas buscas ainda retornam resultados irrelevantes e isso leva muitas pessoas a observar e clicar mais nos links patrocinados". É exatamente esse um dos comportamentos do usuário.

Grande abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

Ferramentas de Gerenciamento e Produtividade

A pirâmide invertida

LGPD: Conceitos e desafios importantes