A pirâmide invertida

A pirâmide invertida é um recurso conhecido por jornalistas e muito utilizado em materiais impressos como jornais, revistas, dentre outros. É importante comentar que se trata de uma das técnicas que mais se ajustam ao ambiente digital, pois a maior vantagem desse tipo de abordagem é seu estilo organizacional que privilegia um pequeno resumo sobre a informação que será dissecada ao longo do conteúdo.

Por muitos anos utilizada em textos offline, foi trazida para o mundo online e adaptada às mais diversas formas de arquitetura de conteúdo, para que fosse possível o aproveitamento máximo dessa técnica que colabora para que o usuário vá direto àquilo que lhe interessa e é importante para sua experiência.

Trata-se de um recurso que ao ser utilizado em SEO pode colaborar imensamente com a qualidade do conteúdo, já que privilegia sua usabilidade e estrutura organizada de informações e palavras-chave.

A estrutura

Na estrutura da pirâmide invertida, a informação mais importante é mostrada primeiro, assim a conclusão sobre determinada informação é fornecida e privilegiada. Depois, a informação é contextualizada através de tópicos até outras informações. Sendo assim, aquilo que é mais importante deve ser privilegiado nos primeiros parágrafos e conforme a importância vai diminuindo, se chega à ponta inferior da pirâmide.

Imagem 01: pirâmide invertida e os espaços informacionais.
Perceba, na imagem 01 acima, que o mais importante encontra-se na parte superior da pirâmide. Dessa forma, aquilo que é verdadeiramente importante ao usuário será visualizado primeiro. A web possui um caráter não linear e essa é uma das maiores vantagens na utilização da pirâmide invertida, principalmente ao utilizar subtítulos em conjunto (principalmente quando possuem palavras-chave e variações delas), pois eles possibilitarão a leitura daquilo que interessa ao usuário. Assim, é possível usar a analogia de várias pirâmides invertidas ao longo do conteúdo. Nesse modelo, o uso de subtítulos pode ajudar a estruturação de tópicos que formarão o contexto de cada subtítulo.

Obs. não estou certo se a palavra "importante" é a mais correta para definir o conteúdo que fica mais abaixo na página (o que você acha?). Entenda que a busca, por exemplo, é momento. O consumidor passa por vários estágios de busca e, assim, a informação técnica de um produto que geralmente está mais abaixo na página, em sites de e-commerce, pode ser mais importante em um dado momento. Por isso é vital entender esses momentos até para que seja possível definir uma usabilidade de conteúdo adequada nesse sentido.

Articulação de níveis dentro do conteúdo

A pirâmide pode ser contextualizada em outras páginas, também de modo que os textos fiquem menores e os temas relacionados possam permanecer em páginas independentes e com um foco específico.
Imagem 02: níveis de conteúdo dentro da pirâmide invertida.

No exemplo da imagem 02 acima, o texto é embasado em uma pirâmide invertida com apoio através de subtítulos dentro de uma única página. Na imagem 03, a seguir, há uma proposta de utilização dessa estruturação em três páginas web.

Imagem 03: pirâmide invertida dividida através de páginas.

Nesse caso, cada uma das páginas irá compor uma pirâmide invertida perante a especificação do assunto. No entanto, essa é somente uma técnica que deve ser utilizada para textos muito longos, que exigirá do usuário que role a tela várias vezes para baixo. De modo geral, pode-se afirmar que o fim básico das técnicas de pirâmide invertida é mostrar ao usuário primeiro aquilo que é importante para sua informação.

A pirâmide invertida em sites de e-commerce

No caso de sites de e-commerce, na página de um produto a imagem deve aparecer em destaque. Informações sobre o produto, preço, botão comprar, dentre outros artefatos de interesse do usuário também devem ser considerados em localizações privilegiadas. Sendo assim, é possível entender que a pirâmide não é só texto, afinal, ela absorve outros recursos como: imagens, links, dentre outros artefatos disponíveis no hipertexto, que também vão compor a estrutura da página. Portanto, esses elementos também farão parte da pirâmide.

Independentemente da forma como for utilizada a pirâmide invertida, é importante que recursos de formatação, estruturação de informação e elementos como imagens e vídeos sejam utilizados para melhorar ainda mais a experiência do usuário independente do tipo de site.

Como pode ajudar em SEO

Fica claro que recursos relacionados à formatação de informações (como negrito, itálico, dentre outros) e elementos como imagens, vídeos e outros artefatos, também colaboram para a formação da estrutura da pirâmide e para a experiência do usuário ao buscar informações dentro da página. Sendo assim, pensar em uma estrutura que privilegie o que é importante para o usuário em determinado momento de busca, torna-se vital.

Referência

"Como escrever para a Web" - Guillermo Franco

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ferramentas de Gerenciamento e Produtividade

LGPD: Conceitos e desafios importantes