Comércio Eletrônico no Google Analytics

Continuando com a série de artigos sobre Google Analytics, escrevo hoje sobre configurações avançadas de comércio eletrônico. Para este artigo conto com a colaboração do amigo e colega de trabalho Rodrigo Hoffmann, especialista em Web Analytics que me ajudou a planejar o artigo principalmente no que se refere aos conceitos importantes.

A Meta já não é o Bastante

No artigo "Meta para Google Analytics" mostrei como configurar uma meta para o Google Analytics e quais as vantagens desse feito. Só que a meta para determinados casos não é o bastante. Para alguns casos onde a meta é o preenchimento de um formulário de cadastro ou mesmo de comentário, satifaz o uso único da meta, mas no caso de um comércio eletrônico ficam faltando algumas coisas, como: identificação do produto, quantidade, valor unitário, valor do frete, entre outras informações que se contabilizadas podem ajudar muito o analista de Web Analytics a determinar tendências importantes, extremamente valiosas para um determinado tipo de negócio.

Comércio Eletrônico no Google Analytics

É possível configurar e não é difícil. O processo é baseado na consulta/extração diretamente do banco de dados e exibição na tag JavaScript do Google Analytics, para isso então será necessário que na página definida para a finalização de compra, por exemplo "obrigado.php" ou "compra-finalizada.php", seja posicionado o código com os valores da transação pois só quando o usuário chegar nessa página que a compra estará concluída, como mostra a figura abaixo:



Sendo assim, é necessário extrair os valores do banco de dados e escrevê-los no formato do Google Analytics, para realização deste processo. O mesmo acontece através de um formulário oculto como no exemplo a seguir:

<form style="display:none;"name="utmform">
<textarea id="utmtrans">UTM:T|[order-id]|[affiliation]|
[total]|[tax]| [shipping]|[city]|[state]|[country]
UTM:I|[order-id]|[sku/code]|[productname]|[category]|[price]|
[quantity]
</textarea>
</form>

A função "utmSetTrans" fica com a missão de registrar a transação, e deve ser chamada através do comando onLoad na tag. Algumas observações:
  • Não utilizar colchetes ao substituir os campos por valores reais.
  • Não deixar espaços em branco entre campos inexistentes.
  • Utilizar ponto nos valores monetários. Dígitos depois da vírgula serão desconsideradas.
  • No formulário oculto há dois tipos de linhas: uma com dados da Transação (UTM:T) e outras com dados dos Ítens (UTM:I). Para cada transação, deve haver somente uma linha de Transação "UTM:T" com os dados gerais da compra. Para cada ítem do recibo, uma linha "UTM:I" deve ser criada com os dados referentes ao produto. As linhas "UTM:I" podem ser escritas sem limitação de quantidade.
Para mais informações entre na Central de Ajuda do Analytics onde é possível entender bem todo o funcionamento e regras para essa configuração.

Observação importante: toda e qualquer ferramenta de Web Analytics indica tendências e não dados exatos. Caso seja necessário medir com maior precisão as vendas online nada melhor do que um bom relatório do próprio banco de dados. Sendo assim, é possível afirmar que sempre existirá um certo "ruído" caso a tendência seja buscada somente nos dados do Google Analytics. O importante neste caso é mostrar a influência das tendências. Acredito eu, ser saudável a comparação com o relatório do banco de dados para que se possa medir a taxa de ruído.

Artigos anteriores:

Treinamento de Google Analytics
Funil de Navegação no Google Analytics
Meta para Google Analytics
Google Analytics no Blogger
Google Analytics

Comentários

Anônimo disse…
Este post me surpreendeu... Eu desconhecia esta funcionalidade do Analytics e nunca li uma abordagem sobre ela em nenhum blog, e olha que eu acompanho vários da área!

Muito bom.
Erick Formaggio disse…
Olá Gustavo, seja bem vindo!

Realmente, essa e outras funcionalidades mais avançadas do Google Analytics ainda são pouco divulgadas. Acredito que com a popularidade crescente da ferramenta cada vez mais pessoas poderão usufruir desses importantes recursos.

Obrigado pela visita, volte mais!
Abraço!
Unknown disse…
Olá pessoal
Com este código na pagina de pedido finalizado consigo auditar as vendas por origem/midia ??? Hoje estão todas como (direct) ??

Postagens mais visitadas deste blog

Ferramentas de Gerenciamento e Produtividade

A pirâmide invertida

LGPD: Conceitos e desafios importantes